Nossas redes sociais

Piauí

Empreendedores terão acesso facilitado a crédito após redução da taxa Selic

Postado

em

Pela primeira vez, em quase três anos, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu reduzir a taxa de juros básicos da economia brasileira, a Selic. A queda foi de 0,50 ponto percentual, reduzindo de 13,75% para 13,25% ao ano. A Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí (Piauí Fomento) comemorou a decisão, pois a redução implica diretamente em menos juros e taxas para os micro e pequenos empreendedores.

Com a redução da Selic, os juros ligados a empréstimo pessoal, cheque especial e rotativo de crédito também diminuem, e os bancos tendem a emprestar mais, devido à queda do risco de inadimplência.

O diretor-presidente da Piauí Fomento, Feliphe Araújo, enfatizou a importância dessa medida dentro do cenário econômico local. “A redução da taxa Selic representa um incentivo para os negócios, uma vez que influencia diretamente os juros praticados no mercado. Isso possibilita que empreendedores locais acessem linhas de crédito com condições mais favoráveis, impulsionando o crescimento de seus negócios e investimentos e contribuindo com a prosperidade econômica da região”, disse o gestor.

Esse foi o primeiro corte da taxa básica de juros em três anos. A última queda havia acontecido em agosto de 2020, em meio à fase mais aguda da pandemia de Covid-19, quando caiu de 2,5% para 2% ao ano.

O que é Selic e como isso afeta no bolso do empreendedor?

A taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) é uma das mais importantes para o empreendedor, pois impacta diretamente na concessão de crédito. Ela é a taxa básica de juros do Brasil, utilizada no mercado interbancário em financiamentos de operações com duração diária, relacionada a títulos públicos federais. Trata-se de um sistema computadorizado utilizado pelo governo no controle da emissão, compra e venda de títulos. Assim, esses títulos públicos são uma forma de o governo conseguir recursos destinados a pagar suas dívidas e fazer investimentos importantes para a sociedade.

Fonte: Governo do Piauí

Em alta